Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Bridget Jones Portuguesa

O diário de uma marketer a tentar levar uma vida mais saudável

Sou uma Bridget à séria

A Bridget Jones começava sempre os dias a escrever no seu lindinho diário o seguinte: peso, a quantidade de cigarros fumados e o nº de copos de vinho que mandava a baixo ou estarei enganada? Poderia não ser por esta ordem, mas algo semelhante deveria de ser... E eu, a jeitos que deveria de começar a fazer o mesmo...

 

Isto porque, criei este blog dia 10/10/18, com o intuito conseguir manter um estilo de vida mais saudável e ativo - estava eu na expectativa de que, ao ter um cantinho onde pudesse partilhar as minhas conquistas diárias (aka não comi 3 folhados mistos e um pacote de batatas fritas) com outras pessoas, estaria a criar um compromisso comigo e com "os outros" e a contribuir para a continuidade da coisa... - mas na realidade passou-se um mês e eu continuei no ataque aos folhados, às batatas fritas, aos petiscos e à carninha com molho de natas.... *ai deus* 

Como driblar o estresse do fim do ano

Esta falta de vontade que habita em mim, esta inercia que tem andado de braço dado comigo nos últimos 4 anos, tem sido algo que me assusta... 

 

Àquelas pessoas que dizem "só não faz dieta quem não quer. Fazer dieta é fácil, difícil é manter", tenho a dizer: isso é tudo lindo, (perdoem-me os mais sensíveis o palavreado que vou empregar)mas é uma grandessíssima merda! 

 

Nem fazer dieta, nem manter é fácil.. Não, não é! São ambas igualmente difíceis. Não é, como já li por aí algures num blog, fechar a boca e inscrever num ginásio e já está! Fazer dieta, reeducar hábitos alimentares, é muito mais do que isso. Envolve muita força de vontade, muito foco e força para dizer que não às mil e uma tentações que nos rodeiam... ou porque é verão e há mil petiscadas e esplanadas ao final do dia para disfrutar de uma imperial e de um gelado, ou porque é inverno e a comida quentinha (e pesada) é que nos sabe bem, ou porque "chegou" a altura do natal e temos sempre jantares de natal, com grupos diferentes, todas as semanas, ou porque está muito frio e não apetece ir para a ginásio, ou pelo contrário, está muito calor.

 

No fundo, é difícil porque a nossa cabeça inventa desculpas e é aí que temos de trabalhar. E meus amigos, trabalhar o psicológico não é nada, nada fácil! 

 

 

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2