Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Bridget Jones Portuguesa

O diário de uma marketer a tentar levar uma vida mais saudável

Sobre o (meu) Janeiro

1.jpg

 

Janeiro "já foi". Hoje é o último dia do primeiro mês do ano 2019. 

 

Passou-me um camião por cima. Não literalmente falando, mas sinto como se assim tivesse sido. Tenho a certeza que mais coisas aconteceram durante os 31 dias de Janeiro, mas eu não consigo enumerar nenhuma para além desta.

 

Não gosto de dizer, à boca cheia que, esta é a memória que irá marcar o meu 2019: não vá o diabo estar a ouvir e, com vontade de brincar, pregar uma rasteira maior ainda - sou o tipo de pessoa que não acredita em bruxas, mas que as há, há! - Ainda assim, tenho a certeza que, será uma das memórias mais importantes e tristes que levo deste ano. 

 

A esta memória tenho a certeza que lhe juntarei outra da mesma natureza. Afinal de contas, já são 14 de anos, mas aquece-me o coração saber que são 14 anos muito, muito, muitíssimo mesmo bem vividos. 

 

Só peço para que, os restantes meses do ano sejam mais complacentes com o coração. E que tragam saúde. Muita saúde! Porque no final do dia é tudo o que precisamos.

O resto? "agente" corre atrás! 

 

Untitled-1.jpg

 

 

 

Bom Ano 2019 (com Delay)

Ano Novo. Hábitos Velhos?

Vá, confesso que estou a tentar contrariar esta minha tendência para trazer bagagem do ano anterior para um novo, mas reconheço que é um enormíssimo cliché quando todo o mundo começa a pregar aos 7 ventos que, passo a citar: "este ano é que vai ser", "20xx vai ser um ano em grande.", "este vai ser O Ano. O que ficou para trás, para trás fico" ... 

 

O bom dos clichés é que podem torna-se realidade, tenhamos nós a vontade e coragem para fazer acontecer

Para este ano não escrevi nenhuma resolução. Nem uma. Mas gravei a lápis, no coração, esta vontade que tenho de me superar. De levantar a cabeça e, novamente digo, fazer acontecer

 

Para 2019 só peço dias recheados de gargalhadas, de amigos e de energias positivas. Já agora, se não for pedir muito, também gostava que 2019 nos bafejasse com dias mais quentinhos porque nossa-senhora-da-boa-nova eu não aguento este frio do ártico!! E que se estiver para durar, vou-me sentir obrigada a ser pedinchona e a pedir também mais pares de peúgas.